Ex-governador Geraldo Alckmin depõe à PF em inquérito de cartel de obras

O ex-governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, prestou depoimento à Polícia Federal nessa terça-feira (17), um dia após ação do Ministério Público bloquear seus bens. O nome do governador e de mais quatro executivos da Odebrecht está ligado a uma ação movida pelo Ministério Público de São Paulo, que acusa Geraldo Alckmin de ter recebido quase 8 milhões da construtora em doações não declaradas à Justiça Eleitoral. O político, que permaneceu quase duas horas no prédio da Polícia Federal, foi ouvido como testemunha de outra investigação, que apura um possível cartel formado por empresas para execução de obras de infraestrutura. O ex-governador afirma, que a medida é injusta, liminar e que vai recorrer.

CONSIGAZ DANIEL 730