Agora é sério

Tradutor

 

 

Categorias

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA

BARRALATERALESQUERDA



Ana Rosa, que foi morta e esquartejada pelo marido Francisco de Carvalho Bastos (conhecido como Chicuta).

Por:
01 Mai

A historia real de Ana Rosa, que foi morta e esquartejada pelo marido Francisco de Carvalho Bastos (conhecido como Chicuta).
Homem dos idos de 1880, muito machista, começou a maltratar a mulher, tanto moral quanto fisicamente.
Até que um dia a jovem esposa se cansou de tanto sofrer, fugiu para Botucatu, refugiando-se em um cabaré de uma mulher chamada Fortunata Jesuína de Melo.
O Resto dessa historia vc pode ficar sabendo ouvindo a musica de Ana Rosa com Tião Carreiro e Pardinho.

Tempo de Aprender

Doe ao Agora é Sério

GUTOSITEJPG

Clique aqui e saiba por que ajudar

 

 

 Doe  aqui no pagseguro

 

 

PREVISÃO TEMPO

WHATSAPP DO FAVELA

BOAWHATSAPP

FALE COM O FAVELA

skper

QR CODE CELULAR

QR Code

REDE SOCIAIS

Siga me os bons

twitter-logo

mas-como-funciona-o-instagram-2

Facebook

 

 

EVENTOS EM GERAL

COLETA SELETIVA

COLETA SÃO

MASTER DE SÃO LOURENÇO DA SERRA

futsal

ANISTIA

Anistia2

JUDÔ

JUDO

AVALIAÇÃO SÃO PAULO

SP

DESFILE DE MODA

Desfile de Moda CARTAZ-01

AGITA JUQUITIBA

AGITA

CONSELHO TUTELAR

 conselhotutelar

 

ESPAÇO PÚBLICO

Adote um Espaço Público CARTAZ-01

RÁDIO CIDADE 87,9

RADIO
 

FACEBOOK

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITA

BARRALATERALDIREITAPEDAÇO

Jornal Agora é Sério - Editora Superação


As matérias do site são responsabilidade do Jornal Agora é Sério, exceto, textos que expressem opiniões pessoais, assinados, que não refletem, necessariamente, a opinião do site.
Cópias são autorizadas, desde que a fonte seja citada e o conteúdo não seja modificado.